Pan-africanismo é ilusão?

Anin Urasse

Toda vez que a gente fala de África, vem alguém pra dizer: “mas a África não é uma só, você está tendo uma visão mística” e tal…

Gente, quando a gente fala de “europa” a gente também não ta falando de um povo só não, viu? Tô falando de visigodos, celtas, francos, germanos…enfim, branco como a porra!

Acontece que em suas mais diversas origens e costumes, essa brancalhada toda formou países brancos que por sua vez estão unidos por um bloco econômico branco chamado união europeia. E os brancos originários da Europa, se unem aos brancos (invasores) dos outros continentes e formam um sistema mundial de supremacia branca sobre o qual nosso querido Walter Rodney falou tão bem.

Aí, depois de tudo isso, quando a gente fala em Unidade Africana dizem que a gente é utópico? A branquitude ta aí unidona (internacionalmente!) e a gente aqui marcando passo.

Haussas, minas, monjolo, zulus, são povos diferentes? Óbvio! Mas todos esses tem coisas em comum e isso inclui a pele preta e o inimigo. Quando nos dizem: “mas a África tem Angola, Nigéria, Zimbábue…”  a gente precisa lembrar que há menos de 100 anos essa divisão NÃO EXISTIA! E quem fez essa divisão geográfica pra hoje um preto da África do Sul se achar diferente de um preto de Lesoto? OS BRANCOS! (Nem vou falar de brasil, colômbia e afins né?).

Muita gente vai dizer que não existe uma essência africana, nem preta, que os teóricos da Negritude estão viajando na maionese e esse tipo de raciocínio inevitavelmente nos leva ao “não existem PRETOS enquanto unidade única”. Se você defende essa idéia, ok.

Só não esqueçamos que A NÃO UNIDADE ÚNICA DOS BRANCOS SE UNIU pra escravizar 10 milhões de pretos, exterminar 90% da população nativa da América, saquear a Ásia, a África e a Oceania. Pouco importa se eles eram originários dos visigodos ou dos germanos. Eles fizeram.

A supremacia branca da Alemanha matou 20 milhões de pretos no Congo. A supremacia branca da Bélgica foi responsável pela guerra hutus x tutsi em Ruanda. A supremacia branca Portuguesa trouxe 5 milhões de nós pro Brasil. A SUPREMACIA BRANCA ESTÁ UNIDA QUANDO O ASSUNTO É MATAR POVOS PRETOS.

O que eu quero dizer com tudo isso é que o discurso de “existem várias Áfricas e vários pretos de vários costumes”, muito utilizado para constranger os defensores da Pan-Africanismo, serve à supremacia branca. Incute-nos que somos tão diferentes, mas tão diferentes que não podemos nos unir politicamente pra combater o inimigo comum. Só que eles, absurdamente diferentes, falando várias línguas, sejam eles ruivos, loiros ou morenos…estão unidos. Unidos em suas incursões militares (o que é a OTAN?). Unidos em seus blocos econômicos. Unidos em suas multinacionais que exploram a mão de obra do mundo. Unidos em suas ideologias.

Então o inimigo pode se unir e a gente não? Quem lhe incutiu essa ideia? Vamos parar com a ingenuidade?

Só pra deixar nítido: sou Pan-Africanista até morrer.

panafricanismo

Anúncios

2 comentários sobre “Pan-africanismo é ilusão?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s