PODER NEGRO OU ILUSÃO DE PODER?

“Nós da Campanha Reaja não queremos disputar o controle da máquina de dilacerar corpos negros, nós queremos destruí-la”. (Hamilton Borges)

O poder não virá de cima. Do estado. Dos partidos. Todos esses são instrumentos da supremacia branca. O poder virá da nossa organização comunitária, no miudinho. Levar a palavra de Malcolm pros irmãos nos presídios. Falar da luta de Miriam Makeba pra irmãs encarceradas. Reativar a associação de moradores dos nossos bairros. Os grêmios das escolas.

Organiza uma escursão com os pretins do seu bairro pro museu mais próximo e ensina que a riqueza do nosso povo foi roubada e está lá. Faz um cineminha preto no seu bairro, chama as crianças e ensina quem são os demônios. Monta uma biblioteca preta. Um curso de alfabetização, porque 80% dos analfabetos deste país são do nosso povo. Se aproxime dos irmãos e irmãs africanos do continente e haitianos que aqui estão e pensem numa ação conjunta. Fortaleça empreendimentos pretos comunitários! Crie pequenos empreendimentos pretos comunitários: um carrinho de cachorro quente, um carrinho de milho pra que uma família sem renda possa tirar um trocado.

Crie uma rede preta contra violência doméstica na sua cidade. Elabore um projeto de tribunal comunitário e apresente pras lideranças da sua quebrada. A justiça branca não é nosso caminho. Como o que acontece com famílias pretas poderá ser justamente julgado por um juiz branco que se baseia no direito ROMANO? Que tal um conselho comunitário de anciãos pretos (50% homens, 50% mulheres), como é/era em África?

Crie uma horta comunitária na creche dos pretinhos. Um espaço de apoio a vítimas de estupro. Um reforço escolar que vai injetar a 10.639 na veia dos guri. Crie com seu grupo algum esquema de venda, e com o dinheiro monte um espaço acolhedor onde nossas irmãs travestis que estão em situação de rua possam, minimamente, tomar um banho. O dinheiro é pra ser repartido! Não é pra gente se sentir empoderadinho comprando carro em nome da militância.

Faça alguma coisa por nossos pequenos que estão nos abrigos! Nas fundações casa! Os nossos griots estão em asilos! Abandonados, sujos, maltratados! Vamos resgatar suas histórias, aprender com eles, cuidar deles! Como podemos dizer que valorizamos os mais velhos se deixamos eles lá? Somos nós que iremos cuidar de nós!

O que deseja nossa irmandade em situação de rua? Por que seu grupo de saúde na universidade não aproveita o espaço da igreja do seu bairro pra fazer orientações em saúde, aferir a pressão arterial, ensinar nossas crianças a escovar os dentes? Aprenda com as yás o segredo das folhas, e comecemos a abrir mão desta indústria branca doentia dos medicamentos.

O ESTADO NÃO VAI FAZER! Esse é um estado que MATA PRETOS! Desde a sua fundação! Como um cargo cedido por um branco, de um partido branco, num estado branco, pode significar poder? Isso é ilusão de poder.

Invada um prédio antigo no centro da cidade. Uma casa abandonada. Um prédio publico fodido. Transforme o espaço uma referência pro povo preto que precisa de uma dormida. Crie sua auto-defesa comunitária, a repressão branca vem em cima de tudo que é revolucionário. Fique atento!

Vigie os porcos! Que horas eles entram? Que horas saem? Quem comanda a operação? Por onde eles vem? Quantos são? Que tipo de carro? Quais armas? Anote! Uma hora essas informações irão servir.

Você não precisa divulgar. Faça no subterrâneo. Até porque os inimigos são muitos e eles têm medo da auto-organização do povo majoritário desse país. Nos querem eternamente dependentes.

Mate sede! Fomes! Vai ser difícil pra caralho! Cê vai ser traído pra caralho! Os valores ocidentais estão impregnados em nós até o osso. Muita gente não vai entender o propósito, vai querer ganhar voto em cima de você, vai levar crítica de todos os lados, pessoas que você ajudou vão quebrar suas pernas. MAS É ASSIM MESMO. Nossos valores foram deturpados e a gente precisa fazer um resgate inclusive MORAL entre nós. CONTINUE!

Texto inflamado no facebook não muda a realidade: o que temos feito de real pra gente reeguer o nosso povo?

Faremos tudo isso com base em 2 palavras: PODER NEGRO. E onde formos, em qualquer lugar, falaremos estas 2 palavras: PODER NEGRO. Deixar nítido pras pessoas que nossas ações visam algo maior PODER NEGRO. E o PODER NEGRO começa com nós cuidando de nós mesmos sem recorrer a nenhum outro povo pra isso. Depois de tudo isso pronto, estabeleçamos conexão com pretos e pretas que fazem o mesmo. Dá resultado! Não foi isso que fez o CNA, o BPP? Aprendamos com eles!

Discurso é bom mas não resolve. Curso ajuda, mas ainda é pouco. E nossa teoria? África. Crie alguma ação permanente ao seu redor!

Quando a gente fala NÃO VOTE, REAJA, estamos falando disso. Quando falamos em PAN-AFRICANISMO NACIONALISTA DE BASE COMUNITÁRIA, estamos falando disso. É necessária a nossa autonomia. É necessário reeguer nosso povo. Nós mesmos vamos criar empregos pros nossos a partir de cooperativas. Não é por lucro, é por reestruturação. O mesmo estado que nos genocida não será a solução dos nossos problemas. E se o estado financia, não é revolucionário.

E assim: mesmo que os brancos resolvam ser “bonzinhos” e passem a contratar pretos de black, pagando salários iguais e não cometam atos de discriminação racial, isso ainda será racismo: ainda será um povo dependendo de outro para ter um emprego. NÓS PODEMOS FAZER POR NÓS MESMOS!

Tudo isso só será possível aprendendo com quem veio antes, nos inspirando nos mais velhos, e principalmente, nos VALORES AFRICANOS. Precisamos CONHECER NOSSA VERDADEIRA HISTÓRIA. Saber de onde viemos, e nós viemos de África. Estudemos África! Comecemos matando o branco dentro da gente!

Poder negro é isso! Nós não queremos controlar ninguém. Mas nós somos um povo que não quer mais ser controlado. Nós temos direito à nossa autonomia!

NÃO VOTE! FAÇA ALGUMA COISA! REAJA! UHURU!

Anúncios

Um comentário sobre “PODER NEGRO OU ILUSÃO DE PODER?

  1. Êta que mulher arretada!!! Salve ela!!!
    Só para dar o ponta pé, estou aqui em Salvador, à disposição da luta! Posso ajudar com reforço escolar de redação, adultos, jovens e crianças! Posso contar histórias, posso falar de História da África ancestral.
    Posso dar dicas de auto-estima, postura, apresentação para entrevistas de emprego…
    E, se alguém quiser, também dou dicas de costura, tipo como transformar uma calça velha num macacão para criança e outras coisas…
    Sou Mãe de Preto!
    Umbutu!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s